0

Valeu a pena?

wonder    Há um tempo reflito sobre os atributos que vem junto com a palavra “Mãe”, e só de pensar fiquei cansada. Sim, nós mulheres e mães estamos sobrecarregadas e nos cobrando demais. Digo isso porque ouço e leio muito sobre mamães que estão exaustas da rotina do dia a dia, com tantas cobranças no trabalho e a cobrança pessoal dentro de casa. Não é fácil.

Eu divido meu tempo entre casa, filho, trabalho, marido e tento não perder a linha. Me cobro diariamente porque as tarefas parecem não ter fim e eu quase nunca consigo acabar o dia sem deixar algo para depois. Cresci numa casa onde tudo deveria estar limpo e em ordem, isso reflete diretamente em mim e fico pra perder o juízo porque minha casa nunca fica organizada como eu gostaria. Mas essa semana, meu filho de quase 4 anos me deu um choque de realidade com uma única pergunta – “Mamãe, você pode brincar comigo ou tem que lavar a louça?” Caramba, estamos mesmo perdendo a infância dos nossos filhos para os afazeres diários sem fim?

Fiquei tão chateada por ouvir isso dele que comecei a pensar no tempo que eu doava pra sentar com ele no chão, brincar, rolar, esquecer do mundo…chorei. Não está certo tanta neurose com a casa enquanto o filho cresce e você nem vê, não está certo se preocupar demais com o cesto de roupas explodindo, a louça suja na pia, o pó que não deu tempo de tirar…um dia vamos dessa pra melhor e eu te pergunto: “valeu a pena?”

Claro que ninguém quer viver na bagunça mas será que tanta arrumação é mais importante do que o tempo que realmente doamos pra brincar com nossos filhos? Por isso decidi mudar. Não quero morrer e me arrepender porque escolhi lavar a louça do que assistir um desenho abraçadinha com meu filho, não quero mesmo!

Mulher guerreira, batalhadora, que mata um leão por dia pra dar conta de tudo, PARE! Nossos filhos querem amor, atenção e muitas risadas gostosas com a mamãe. Quantas vezes seu filho te chamou pra brincar e você disse “agora não” porque estava arrumando a casa? Responda sinceramente pra você mesma e tente não chorar. Como, normalmente, é a mulher que faz tudo em casa, troque um pouco suas prioridades. Brinque, dance, assista desenho, ria com ele, faça cócegas, role na grama sem vergonha, balance com ele no parque, pule, viva, participe e faça tudo valer a pena!! ❤ muito amor pra todas nós.

3

Tempo

Inesperadamente descobri minha gravidez. Durante os meses em que o pequeno estava sonhando dentro da minha barriga tudo ocorreu bem, mas quando ele se apresentou ao mundo a minha vida virou de cabeça para baixo, no bom sentido. Seios inchados e doloridos, noites sem dormir, mau humor, fraldas, xixi no rosto e choro, muito choro. Ser uma jovem mãe e estar longe da família requer paciência e um grande salto no amadurecimento pessoal.

  O tempo foi passando,ele foi se desenvolvendo, engordando e começando a mostrar sua forte personalidade. Hoje meu leonino tem 1 ano, 5 meses e 27 dias, cresce e me enlouquece a cada dia.
  Não tive problemas com o nascimento da maioria dos dentes a não ser pelos malditos caninos. Sim, malditos caninos!!! (Caras mamães, agradeçam aos céus e sei lá mais quem se seu filho não sofreu com esses dentes). Foi, por enquanto, a pior fase para nós dois. Febre, assadura, total perda de apetite e chatice aguda durante quase 1 semana. Depois que os dentes conseguiram rasgar a gengiva, tudo voltou ao normal.
  Hoje em dia ele é meu pequeno terrorista curioso. Quer ver e tocar em tudo (entenda-se por tocar em tudo: bituca de cigarro no chão, pedras, vidro quebrado, passarinho morto na rua, lixo, besouros, formigas, terra, areia, ração do cachorro, o cachorro…e por aí vai), eu fico atrás dele o dia todo e mesmo assim ele come besouro, ração, areia… Muitas vezes é tão exaustivo que quando a noite chega eu só quero deitar e dormir. Noites de luxúria? Ahn?!
   Exatamente por isso que eu quero falar sobre o tempo, quer dizer, a ausência dele na minha vida. Como mãe, dona de casa, mulher e empresária eu não tenho tempo para mim. Acho que você, que também é mãe de filho pequeno, me entende. Como pode um ser que não tem nem 1 metro de altura tomar todo o seu tempo e toda a sua energia?
Muitas pessoas me falam “aproveita essa fase porque passa rápido”, é…passa rápido mesmo. A vida é um sopro e se nós, mães, não fizermos alguma coisa para nós mesmas vamos envelhecer sempre fazendo tudo pela família e esquecendo do mais importante..eu, você e todas as mulheres que se dedicam a cuidar da “vida dos outros”.