0

Valeu a pena?

wonder    Há um tempo reflito sobre os atributos que vem junto com a palavra “Mãe”, e só de pensar fiquei cansada. Sim, nós mulheres e mães estamos sobrecarregadas e nos cobrando demais. Digo isso porque ouço e leio muito sobre mamães que estão exaustas da rotina do dia a dia, com tantas cobranças no trabalho e a cobrança pessoal dentro de casa. Não é fácil.

Eu divido meu tempo entre casa, filho, trabalho, marido e tento não perder a linha. Me cobro diariamente porque as tarefas parecem não ter fim e eu quase nunca consigo acabar o dia sem deixar algo para depois. Cresci numa casa onde tudo deveria estar limpo e em ordem, isso reflete diretamente em mim e fico pra perder o juízo porque minha casa nunca fica organizada como eu gostaria. Mas essa semana, meu filho de quase 4 anos me deu um choque de realidade com uma única pergunta – “Mamãe, você pode brincar comigo ou tem que lavar a louça?” Caramba, estamos mesmo perdendo a infância dos nossos filhos para os afazeres diários sem fim?

Fiquei tão chateada por ouvir isso dele que comecei a pensar no tempo que eu doava pra sentar com ele no chão, brincar, rolar, esquecer do mundo…chorei. Não está certo tanta neurose com a casa enquanto o filho cresce e você nem vê, não está certo se preocupar demais com o cesto de roupas explodindo, a louça suja na pia, o pó que não deu tempo de tirar…um dia vamos dessa pra melhor e eu te pergunto: “valeu a pena?”

Claro que ninguém quer viver na bagunça mas será que tanta arrumação é mais importante do que o tempo que realmente doamos pra brincar com nossos filhos? Por isso decidi mudar. Não quero morrer e me arrepender porque escolhi lavar a louça do que assistir um desenho abraçadinha com meu filho, não quero mesmo!

Mulher guerreira, batalhadora, que mata um leão por dia pra dar conta de tudo, PARE! Nossos filhos querem amor, atenção e muitas risadas gostosas com a mamãe. Quantas vezes seu filho te chamou pra brincar e você disse “agora não” porque estava arrumando a casa? Responda sinceramente pra você mesma e tente não chorar. Como, normalmente, é a mulher que faz tudo em casa, troque um pouco suas prioridades. Brinque, dance, assista desenho, ria com ele, faça cócegas, role na grama sem vergonha, balance com ele no parque, pule, viva, participe e faça tudo valer a pena!! ❤ muito amor pra todas nós.

Anúncios
1

Mamãe não fica dodói

Mãe não pode ficar doente e, se ficar, é proibido se entregar. Ano passado estava com princípio de pneumonia e não pude nem “curtir” minha doença na cama com sopinha. O jeito era levantar cedo, dar o seio pro menino e começar as atividades.
Eu fazia (meio que me arrastando) o essencial: comida, roupas e tentava deixar a casa habitável. Na época o João tinha 10 meses e meu marido saía de casa cedo pra ir trabalhar e voltava só depois que o pequeno já estava dormindo. Conclusão: só restava eu e eu mesma pra cuidar das coisas.
Então, se a gripe ou o resfriado resolverem aparecer na sua vida e você não tiver ninguém pra te ajudar, tente dormir na hora das sonecas do neném e esqueça a bagunça da casa. Tome litros e litros de líquido, tente comer bem e dormir cedo! Eu fiquei uma semana no fundo do poço e uma noite no hospital mas sobrevivi. Mas isso só acontece com mulheres, a maioria dos homens doentes são como crianças babonas, frágeis e sentimentais.