0

O que temos para o café da manhã?

    Uma colega disse que estava com dificuldades sobre o que oferecer de café da manhã para seu filho e me sugeriu que escrevesse sobre isso. Pesquisei mais sobre o assunto e concluí o que já sabia, essa é a refeição mais importante do dia – como minha mãe diz “tome café da manhã como rico, almoce como pobre e jante como miserável” – parece estranho mas ela está coberta de razão.

Precisamos de muito mais nutrientes pela manhã do que a noite, tendo em vista que para se ter uma boa noite de sono não é aconselhável “encher a pança” porque seu organismo vai ter muito trabalho pela frente e você não vai conseguir relaxar com ele trabalhando na digestão. Por isso bato sempre na mesma tecla “saúde começa no prato”, sua alimentação influencia em tudo, no dia a dia e até nas noites mal dormidas. Portanto, melhorar a alimentação significa mais qualidade de vida, mais disposição e menos mau humor, então comece a preparar seu café da manhã com menos preguiça e mais animação!

Para nossas crianças é preciso estar atenta a variedade de alimentos, porque até a falta de concentração pode estar relacionada ao café da manhã. Quando a criança não tem um bom desempenho escolar, por exemplo, pode ser influência da sonolência ou fraqueza ocasionada pelo baixo nível de glicose no sangue, em decorrência da falta dos alimentos logo cedo, por isso separei essa importante refeição em grupos:

Um alimento do grupo dos carboidratos: torrada, pão, cereal (se seu filho tiver mais de um ano, prefira os integrais), porque são eles que fornecem energia além de fibras no caso dos integrais.

Um alimento do grupo das frutas: frescas, vitamina ou suco natural. Lembre-se que as frutas já são naturalmente doces pois contém frutose, que é um açúcar natural, portanto evite adicionar mais. Muita gente faz cara de azedo quando digo que não coloco açúcar em nenhum dos meus sucos e vitaminas, mas isso é assunto para outro post.

Bom, a grande maioria de nutricionistas recomenda um alimento derivado do leite porque afirmam que é importante no fortalecimento dos ossos, porém a amêndoa e o tahine (pasta de gergelim), por exemplo, contém uma quantidade significativa de cálcio sendo facilmente absorvida pelo organismo, por isso trocamos o gorduroso queijo pelo tahine, homus e oleaginosas. Com a troca também damos um presente para nosso corpo: gorduras boas e saudáveis, bem diferente do leite e a maioria dos queijos.

Uma coisa muito gostosa que sou adepta é a tapioca, João come mas se eu disser pra ele escolher, vai preferir o pão integral. Aderi a tapioca pra tentar emagrecer e tomei gosto. Os pais são exemplo para os filhos, então se você não caprichar no café da manhã e ficar insistindo para que as crianças comam, não vai adiantar muito, certo? Hábitos saudáveis, corpo feliz 🙂

Anúncios
0

Valeu a pena?

wonder    Há um tempo reflito sobre os atributos que vem junto com a palavra “Mãe”, e só de pensar fiquei cansada. Sim, nós mulheres e mães estamos sobrecarregadas e nos cobrando demais. Digo isso porque ouço e leio muito sobre mamães que estão exaustas da rotina do dia a dia, com tantas cobranças no trabalho e a cobrança pessoal dentro de casa. Não é fácil.

Eu divido meu tempo entre casa, filho, trabalho, marido e tento não perder a linha. Me cobro diariamente porque as tarefas parecem não ter fim e eu quase nunca consigo acabar o dia sem deixar algo para depois. Cresci numa casa onde tudo deveria estar limpo e em ordem, isso reflete diretamente em mim e fico pra perder o juízo porque minha casa nunca fica organizada como eu gostaria. Mas essa semana, meu filho de quase 4 anos me deu um choque de realidade com uma única pergunta – “Mamãe, você pode brincar comigo ou tem que lavar a louça?” Caramba, estamos mesmo perdendo a infância dos nossos filhos para os afazeres diários sem fim?

Fiquei tão chateada por ouvir isso dele que comecei a pensar no tempo que eu doava pra sentar com ele no chão, brincar, rolar, esquecer do mundo…chorei. Não está certo tanta neurose com a casa enquanto o filho cresce e você nem vê, não está certo se preocupar demais com o cesto de roupas explodindo, a louça suja na pia, o pó que não deu tempo de tirar…um dia vamos dessa pra melhor e eu te pergunto: “valeu a pena?”

Claro que ninguém quer viver na bagunça mas será que tanta arrumação é mais importante do que o tempo que realmente doamos pra brincar com nossos filhos? Por isso decidi mudar. Não quero morrer e me arrepender porque escolhi lavar a louça do que assistir um desenho abraçadinha com meu filho, não quero mesmo!

Mulher guerreira, batalhadora, que mata um leão por dia pra dar conta de tudo, PARE! Nossos filhos querem amor, atenção e muitas risadas gostosas com a mamãe. Quantas vezes seu filho te chamou pra brincar e você disse “agora não” porque estava arrumando a casa? Responda sinceramente pra você mesma e tente não chorar. Como, normalmente, é a mulher que faz tudo em casa, troque um pouco suas prioridades. Brinque, dance, assista desenho, ria com ele, faça cócegas, role na grama sem vergonha, balance com ele no parque, pule, viva, participe e faça tudo valer a pena!! ❤ muito amor pra todas nós.

0

Frio combina com….caldo e amor!

IMG_9765 Com esse friozinho nós aqui de casa adoramos tomar um caldo cremoso, e eu adoro preparar! Vira e mexe resolvo misturar ingredientes pra fazer algo diferente, ás vezes ficam saborosos outros nem tanto…mas o último ficou excelente e todos curtiram bastante, por isso vim compartilhar. Então lá vai:

Caldo cremoso de abóbora, cenoura, batata e gengibre com creme de espinafre e milho fresco

Ingredientes do caldo: 1/2 abóbora kabotiá, 4 cenouras médias, 2 batatas médias, cerca de 3 cm de gengibre, 1 cebola média, 4 dentes de alho (coloque menos se não gostar muito), sal e cheiro verde a gosto. E três espigas de milho para servir junto.

Ingredientes do creme de espinafre:  1/2 maço de espinafre lavado, 1 colher de sopa de queijo meia cura ralado, 1 dente de alho, azeite, sal a gosto e suco de meio limão. Legal também seria adicionar amêndoas ou castanhas do pará trituradas, mas eu não tinha em casa então foi sem mesmo.

Modo de preparo: Primeiro retire os grãos de milho da espiga, coloque em uma panela com água (deixe uns 2 dedos de água acima do milho) e deixe cozinhar em fogo baixo, mexendo de vez em quando. Em outra panela, refogue o alho, a cebola e o gengibre, assim que começar a dourar adicione a abóbora, a cenoura e a batata picados grosseiramente. Mexa, adicione 2 xícaras de água e deixe ferver também em fogo baixo.

Agora o molho de espinafre: pique grosseiramente o espinafre e bata no liquidificador junto com o queijo, o alho, o suco e o sal. Com o liquidificador ligado, adicione o azeite e vá colocando água aos poucos até ficar um creme. Aqueça-o pouco antes de servir. E a esta altura seu milho deve ter secado uns 50% da água então adicione sal, azeite ou manteiga, se preferir, e cheiro verde. Mexa e continue observando até secar a água.

Quando seus legumes estiverem bem macios, com uma escumadeira coloque-os no liquidificador, vá batendo e adicionando a água do cozimento bem lentamente, até que se obtenha um caldo bem cremoso! Coloque sal, azeite e voilá. Sirva o caldo cremoso com o creme de espinafre por cima e, por último, um pouco do milho. Simples, saboroso e nutritivo!

O mais bacana é que, se sobrar água do cozimento você pode congelar e usar depois como caldo de legumes em alguma outra receita 🙂